Isto é ‘DILAPIDAÇÃO’ do patrimônio púbico

Isto é ‘DILAPIDAÇÃO’ do patrimônio púbico

22 de novembro de 2023 0 Por Comunicação Sindágua-MG

Um vídeo postado nas redes sociais com uma informação apresentada pelo prefeito de Itajubá, Christian Gonçalves Tiburzio e Silva, e seu vice, Nilo César do Vale Baracho, aumenta ainda mais a indignação dos trabalhadores na Copasa e deverá ser alvo de repúdio da população do município e de todo o Estado com o crescente sucateamento da empresa e piora na qualidade dos serviços.
Os dois políticos do partido União Brasil afirmam no vídeo que tratam da negociação desde o início do ano diretamente com a direção da Copasa, com apoio do governador Romeu Zema. Aproveitam-se da política adotada pela própria empresa de desmonte das estruturas e dilapidação do patrimônio, seguindo a estratégia de acabar com cinco distritos no interior, descalçando as condições de atendimento imediato da população em um processo de “enxugamento”, ou diminuição do tamanho da empresa para facilitar a privatização.
Segundo informações levantadas pelo SINDÁGUA, trata-se de imóvel doado pela prefeitura há alguma dezenas de anos para a Copasa até que a empresa mantenha a concessão dos serviços em Itajubá, cujo contrato vai até 2034. O terreno de cerca de 34.000m², na área industrial de Itajubá, teria sido avaliado por uma empresa de Varginha em valor próximo de R$ 9 milhões e, segundo informações dos próprios chefes do Executivo Municipal, estaria sendo desapropriado com uma indenização pífia de R$ 3 milhões e 300 mil à Copasa.
A posse do terreno, que foi transferida para empresa que presta serviço publico de saneamento e precisa de espaço para aumentar estrutura e acompanhar o crescimento urbano da cidade, agora é negociada para ser entregue a empresa privada, tudo dentro do script e visão de política privatista do governador vendedor de estatais, como se fossem liquidificadores em suas lojinhas.