Marcha das Margaridas mobiliza Brasília por Direitos das Mulheres

Marcha das Margaridas mobiliza Brasília por Direitos das Mulheres

23 de agosto de 2023 0 Por Comunicação Sindágua-MG

Centenas de mulheres de todo o Brasil protagonizaram no último dia 15, em Brasília, a 7ª Marcha das Margaridas, ampliando o grito de resistência das mulheres para reivindicar direitos de igualdade social, de participação política, vida saudável, autonomia e liberdade, tendo como lema ‘Pela Reconstrução do Brasil e pelo bem viver’.
A “Marcha das Margaridas” é inspirada e homenageia a luta de Margarida Maria Alves, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande, na Paraíba, assassinada por latifundiários há 40 anos, no dia 12 de agosto de 1983. Margarida lutava contra a violência no campo, por carteira assinada, direitos trabalhistas e que afirmava: “É melhor morrer na luta do que morrer de fome!”.
Realizada a cada quatro anos, a 7ª Marcha das Margaridas fez grandiosa manifestação no Congresso Nacional e teve neste ano 12 eixos de ações políticas.

 

Eixos de lutas da 7ª Marcha

  • Democracia participativa e soberania popular;
  • Poder e participação política das mulheres;
  • Autodeterminação dos povos, com soberania alimentar, hídrica e energética;
  • Democratização do acesso à terra e garantia dos direitos territoriais e dos maretórios (impacto das marés de comunidades costeiras);
  • Vida saudável com agroecologia e segurança alimentar e nutricional;
  • Direito de acesso e uso da biodiversidade, defesa dos bens comuns e proteção da natureza com justiça ambiental e climática;
  • Autonomia econômica, inclusão produtiva, trabalho e renda;
  • Educação pública não sexista e antirracista e direito à educação do e no campo;
  • Saúde, previdência e assistência social pública, universal e solidária;
  • Universalização do acesso à internet e inclusão digital;
  • Vida livre de todas as formas de violência, sem racismo e sem sexismo;
  • Autonomia e liberdade das mulheres sobre o seu corpo e a sua sexualidade.