LANÇADA EM BRASÍLIA A FRENTE PARLAMENTAR MISTA EM DEFESA DO SANEAMENTO PÚBLICO

LANÇADA EM BRASÍLIA A FRENTE PARLAMENTAR MISTA EM DEFESA DO SANEAMENTO PÚBLICO

16 de agosto de 2023 Off Por Comunicação Sindágua-MG

A luta unificada da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU) e Confederação Nacional dos Urbanitários (CNU) com o SINDAGUA e demais sindicatos que representam trabalhadores de saneamento alcançou uma grande vitória com o lançamento na Câmara Federal, neste dia 15 de agosto, da “Frente Parlamentar Mista em Defesa do Saneamento Público”
A apresentação do evento foi realizada pelo diretor do SINDÁGUA, Lucas Tonaco, também diretor de comunicação da FNU, que passou os trabalhos ao deputado Joseildo Ramos (PT-BA) que conduzirá a Frente Parlamentar.
Em seu discurso, Joseildo afirmou que “não temos que esconder que a conjuntura não é favorável, mas com luta e muita mobilização vamos fazer os enfrentamentos necessários em defesa do saneamento público e avançar. Não há dúvidas que o país está na contramão do mundo, onde a reestatização das empresas públicas tem sido constante, pois o privado não quer investir e oferecer bons serviços a todos, mas apenas o lucro a todo custo. A Frente será a resistência e para isso precisará do apoio de todos os sindicatos e demais entidades”.
O presidente do SINDÁGUA, Eduardo Pereira, lembra que “o lançamento da Frente do Saneamento abre um espaço importante para articular e aprofundar a discussão do saneamento e a responsabilidade do Estado dentro do Congresso Nacional, visando proteger o serviço público essencial para garantir o direito à água e políticas de saúde”. Eduardo ressalta que “a privatização das empresas estatais que prestam serviço no setor representaria o abandono da população pobre, sem condição de pagar caro por um bem essencial à vida, ficando excluída da promessa de universalização do saneamento”.
O SINDÁGUA participa da luta e construção da Frente Parlamentar como um dos protagonistas do movimento em defesa do saneamento público e contra a privatização do setor.
Com a Frente tornam-se mais intensas as discussões e mobilizações dentro do Congresso Nacional, visando readequar o Marco Regulatório do Saneamento, tendo como principal objetivo garantir o direito da população à água potável e políticas urbanas garantidas através de políticas hídricas e sanitárias como obrigação e responsabilidade do Estado.

Vejas mais fotos: