Presidentes do Sindágua e da Copasa discutem melhor relação no trabalho

Presidentes do Sindágua e da Copasa discutem melhor relação no trabalho

27 de janeiro de 2023 0 Por Comunicação Sindágua-MG

As relações no trabalho retratam as pesquisas de clima interno, sempre apresentando diagnósticos do que se deve fazer para o melhor desempenho profissional e a colheita dos resultados esperados pelas empresas.
Estes diagnósticos dentro da Copasa seguramente não são muito agradáveis para um gestor que busque nos trabalhadores a imagem como os patrões costumam chamar seus profissionais, de “colaboradores”.
A depender de compromissos assumidos pelo atual presidente da Copasa, Guilherme Augusto Duarte de Faria, em reunião com o SINDÁGUA na última sexta-feira (20 de janeiro), este clima tende a ser desintoxicado e melhorado para o bem de todos, trabalhadores e empresa.

O presidente da Copasa recebeu em seu gabinete o presidente do SINDÁGUA, Eduardo Pereira, e os diretores Milton Luiz Costa (Financeiro) e Lucas Tonaco (Comunicações) e discorreu sobre alguns desafios que preocupam os trabalhadores e que são imprescindíveis para a sustentação da própria empresa.

Entre estes desafios está o necessário empenho da direção da Copasa para preservar as concessões da empresa e a prestação de serviços ameaçadas em municípios, a exemplo de Nova Serrana, onde sofremos grave ameaça de perdê-los. Não há como se comportar desinteressado em manter clientes numa empresa que depende da satisfação e ampliação de consumidores para a sua sustentabilidade. Não agir para defender seus negócios é muito mais do que negligência, mas deliberada ação pelo enfraquecimento operacional e financeiro, que abre as portas para concorrentes. Guilherme Augusto nos garantiu total empenho para assegurar na Copasa política de preservação das concessões e cumprimento desses contratos com excelência na prestação de serviços essenciais de saneamento para a população.

Em resposta ao Sindicato, o presidente da empresa afirmou seu total empenho para eliminar e impedir qualquer clima de pressão sobre os trabalhadores, buscando a melhor relação no trabalho para o alcance de resultados. Compromissou-se com o Sindicato em abrir estudo para realizar eleição direta para a direção da AECO. Ouviu-nos também no pleito dos trabalhadores pela antecipação do pagamento da PL em parcela única em abril, ficando de dar uma resposta ao SINDÁGUA.

Entendemos esta reunião entre os presidentes como uma perspectiva de recuperar o clima de harmonia e o prazer sempre declarado de todos os trabalhadores em exercer suas atividades nessa empresa. A melhor relação no trabalho é instrumento para a produtividade e alcance dos resultados, que sempre glorificaram a Copasa como empresa modelo de saneamento, em reconhecimento da Unesco pela nossa qualidade de serviços.