ACORDOS SÃO APROVADOS COM  DISPOSIÇÃO DE LUTA E CONSCIÊNCIA

ACORDOS SÃO APROVADOS COM DISPOSIÇÃO DE LUTA E CONSCIÊNCIA

27 de outubro de 2023 4 Por Comunicação Sindágua-MG

Em assembleias realizadas em todo o Estado, os trabalhadores aprovaram as propostas para os Acordos Coletivos de Trabalho 2023 com a Copasa e Copanor. Compilados os votos nas assembleias presenciais e na votação on-line, os trabalhadores aprovaram as propostas, por ampla maioria (confira os gráficos ao lado).
Devemos ressaltar que a aprovação pelos trabalhadores na Copasa foi condicionada ao compromisso assumido pelo presidente da Copasa, Guilherme Augusto Duarte de Faria, com o presidente do SINDÁGUA, Eduardo Pereira, de supressão na proposta da empresa do seguinte parágrafo das Participações nos Lucros (PL): “Os cargos de confiança vinculados ao SINDÁGUA, receberão a PL conforme regulamento específico a ser definido pela COPASA, bem como de excluir os termos de Horas extras VAVR e mantendo exclusivamente a transformação do Lanche Padrão no valor de R$ 100,00.
O abono de R$ 900,00 será pago aos trabalhadores no Cartão Alimentação, evitando que o valor seja penalizado com desconto de imposto de renda caso viesse na remuneração, levando muitos trabalhadores a mudarem de faixa na tabela de IR. Desta forma, os trabalhadores recebem o valor integral, sem desconto.
O SINDÁGUA já protocolou na Copasa ofício em que comunica à empresa a aprovação da proposta pelos trabalhadores com estas condicionantes. A empresa já enviou ao Sindicato a minuta do Acordo Coletivo, que está sendo avaliada pela direção da entidade, para eventual assinatura.
O presidente do SINDÁGUA, Eduardo Pereira, ressalta que “não podemos deixar de cumprimentar o espírito de luta, de consciência e de responsabilidade dos trabalhadores em zelar pelos direitos conquistados pela categoria, assegurando um Acordo Coletivo de Trabalho legítimo, do entendimento em defesa das condições de trabalho, dos benefícios socioeconômicos resultantes dos acordos coletivos assinados ao longo dos anos, continuando em nosso empenho para garantir uma prestação de serviços públicos de qualidade no saneamento, essencial para a saúde da população”.
A categoria garante um acordo sem nenhum prejuízo, avançamos no processo de promoção pelo PCCS a partir de janeiro/2024 e continuaremos nossa luta para preservar a própria Copasa como patrimônio do Estado e do povo mineiro.