Rede de comunicação vai combater desinformação em defesa da água e energia públicas

Rede de comunicação vai combater desinformação em defesa da água e energia públicas

15 de fevereiro de 2023 1 Por Comunicação Sindágua-MG

A construção de um projeto de comunicação unificado em defesa da água e da energia como bens públicos e contra a agenda privatista de governos estaduais foi o objetivo principal do primeiro Encontro Nacional de Comunicação dos Urbanitários, realizado nesta segunda-feira (13 de fevereiro), em São Paulo.

A criação da Rede de Comunicação Urbanitária, aprovada no Encontro, surgiu da necessidade de unificar as forças para consolidar um projeto de comunicação que se contraponha à narrativa dos defensores da privatização dos serviços de água e energia, construindo uma contraofensiva em defesa do direito de acesso a água e ao saneamento público e de qualidade, ampliando a luta contra a entrega de setores essenciais e estratégicos à iniciativa privada.

O coletivo tem por objetivo coordenar o projeto e elaborar estratégias para a atuação em redes sociais, a realização de estudos e pesquisas que fundamentem a comunicação, a definição de agendas por estado e a inserção no debate público através de pautas que reverberem na mídia.

Um dos pontos primordiais será a reestruturação das comunicações, levando-se em consideração as transformações tecnológicas, para ampliar o diálogo com a sociedade, ativistas, mídias independentes, como Mídia Ninja, Jornalistas Livres e outras, além de influenciadores digitais, criando pontes que contribuam para que a população receba informações adequadas e verdadeiras sobre os prejuízos acarretados pela privatização de serviços essenciais.

Com o tema “Água e Energia não são Mercadorias”, o encontro, pioneiro no setor, reuniu dirigentes sindicais, especialistas e profissionais de comunicação, que discutiram e delinearam os planos de lutas para 2023 em defesa do saneamento público e o combate à política entreguista de governos estaduais, como é o caso da ameaça de privatização da Copasa, em Minas Gerais, e da Sabesp, em São Paulo, além da construção do Fevereiro Azul no Brasil.

Lucas Tonaco – Diretor Comunicação Sindágua / FNU

O secretário de Comunicação da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), Lucas Tonaco, diretor da mesma área no SINDÁGUA, destacou o pioneirismo do Encontro e afirmou que a união das federações e sindicatos, de forma colaborativa, fortalece a luta contra a narrativa do capital financeiro e da grande mídia, que defendem a privatização dos serviços de saneamento e energia.

“Juntos, por meio de uma rede colaborativa, seremos mais fortes para vencer o jogo da desinformação. Vamos modernizar e elevar de forma significativa nosso potencial de comunicação, Brasil afora, em defesa do saneamento público e contra a privatização dos serviços de água e esgoto”, sintetiza Lucas Tonaco, que será o coordenador da Rede de Comunicação Urbanitária.